Grafismo Grafismo

Novas pandemias? Entenda o risco da adaptação dos vírus!

05.02.2023

Por: Mell

Mellanie Fontes-Dutra (Mell)

Biomédica, Neurocientista (mestra e doutora), Professora @Unisinos e #SciComm em @redeanalise. Ela/Dela | #DefendaoSUS

Existe o risco de vermos mais uma epidemia emergir na próxima década, com vários alertas para o vírus influenza.

Um ex. é o H5N1 (gripe aviária), que apesar de não haver transmissão humano-humano documentada, o vírus está se adaptando aos mamíferos 👇🧶

https://www.science.org/content/article/incredibly-concerning-bird-flu-outbreak-spanish-mink-farm-triggers-pandemic-fears#.Y9DGT6gY3ks.twitter

Recentemente, um relatório do @Eurosurveillanc descreveu “um surto de gripe aviária altamente patogênica (HPAI) A(H5N1) detectado em visons/minks de criação na Europa (noroeste da Espanha), em Out/22”

https://www.eurosurveillance.org/content/10.2807/1560-7917.ES.2023.28.3.2300001

Vocês já ouviram falar nesse mamífero, na pandemia da COVID-19. A primeira variante do SARS-CoV-2 que comentei no twitter foi detectada em visons, na Dinamarca, rendendo muitas críticas à criação de peles, pelo pulo do vírus entre visons e humanos.

No surto de H5N1 nos visons, a taxa de mortalidade chegou em 4,3%. Nas semanas anteriores à identificação desse surto, diferentes casos de gripe aviária de alta patogenicidade (GAAP H5N1) em aves selvagens encontradas doentes ou mortas foram notificados

https://servicio.mapa.gob.es/rasve/Publico/Publico/BuscadorFocos.aspx

Apesar da origem do surto permanecer desconhecida, o relato de aves selvagens infectadas com o H5N1 nas semanas anteriores ao surto torna provável que essas aves desempenharam um papel importante na transmissão para visons, e depois entre visons na fazenda

Essa versão do H5N1 detectada em visons foi chamada de vírus GAAP H5N1 clado 2.3.4.4b. apresenta uma “mutação incomum (T271A) no gene PB2, que pode ter implicações na saúde pública”.

Essa mesma mutação está presente em outro influenza pandêmico, a gripe suína (H1N1) de 2009

Por que essa mutação é tão importante?

Estudos mostram que a aquisição dessa mutação (na posição 271A de PB) tem um papel fundamental na aquisição de uma outra mutação que confere o reconhecimento do receptor humano.

Os visons parecem ser uma espécie “potencial reservatória”, que pode permitir que o vírus adquira modificações (a partir da transmissão entre esses animais) “para a transmissão interespécie entre aves, mamíferos e humano”. Reforçar a biossegurança nessas fazendas é CRÍTICO.

Ducktales Ducktales2017 GIF

Em 2021, a @luizacaires3 trouxe um alerta importantíssimo sobre a gripe aviária e surtos que estavam acontecendo na Rússia. Casos em humanos são raros, e a transmissão humano-humano não foi ainda documentado. Mas se dermos oportunidades, o vírus se adapta

Um artigo descreveu que outros mamíferos são suscetíveis ao H5N1, como raposa vermelha, doninha, lontra e texugo, com os animais apresentando, também, sinais neurológicos. Ainda mutações vistas fornecem evidências de adaptação em mamíferos

https://www.mdpi.com/2076-0817/12/2/168

Segundo @PeacockFlu “na história recente, houve uma pandemia de gripe a cada 10-40 anos. Já se passaram quase 15 desde o último, certamente é possível que tenhamos um na próxima década” e vírus influenza pode ser uma possibilidade

O H5N1 “foi visto pela 1ªx em uma fazenda de gansos na China em 96”, com um grande surto em 97 que levou às 1ªs mortes em humanos. Em 2005, o vírus se espalhou para aves migratórias e, em 2020, a variante 2.3.4.4b se espalhou ainda mais rápido e mais longe

https://www.science.org/content/article/incredibly-concerning-bird-flu-outbreak-spanish-mink-farm-triggers-pandemic-fears

Segundo a reportagem acima, “existem alguns sinais de que o 2.3.4.4b é menos patogênico em humanos do que as versões anteriores”, no entanto, isso pode “tornar mais fácil para o vírus começar a se espalhar sob o radar, dando-lhe mais oportunidades de evoluir”

Em relação às fazendas de criação de visons, com a COVID-19, a Dinamarca abateu todos os visons do país em 2020 e a Holanda fechou todas as fazendas restantes em 2021. Mas “a proibição da criação de visons expirou no início deste ano”

https://www.science.org/content/article/incredibly-concerning-bird-flu-outbreak-spanish-mink-farm-triggers-pandemic-fears#.Y9DGT6gY3ks.twitter

Há muitas perguntas sem resposta, e felizmente, ainda não temos documentado transmissão humano-humano (considerando esse surto atual). Mas pode ser uma questão de tempo, e investir em novas vacinas contra esse vírus, além da vigilância, é importante

Ainda, a biossegurança nessas fazendas DEVE ser reforçada. Segundo @PeacockFlu “deve-se ter cuidado em manter os animais longe de pássaros selvagens”. Trabalhadores devem usar máscaras, e as fazendas, ter medidas para prevenir possíveis introduções do H5N1

https://www.science.org/content/article/incredibly-concerning-bird-flu-outbreak-spanish-mink-farm-triggers-pandemic-fears#.Y9DGT6gY3ks.twitter

Originally tweeted by Mellanie Fontes-Dutra (Mell) 🌻 (@mellziland) on 26 de January de 2023.

Grafismo Grafismo

Compartilhe nas suas redes!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts
relacionados

Rt e a dinâmica de uma epidemia

PROJEÇÕES DE ÓBITOS POR COVID-19 ACUMULADOS A S

Teste de anticorpos é confiável?

Grafismo
Grafismo Grafismo