Grafismo Grafismo

Dúvidas sobre vacinas? Confira aqui!

19.11.2022

Por: Mell

Esse fio abordará:
1⃣ Tomei a 3ª dose. Devo tomar uma 4ª dose? Vacinas atuais seguem funcionando?
2⃣Temos novidades sobre as vacinas bivalentes?
3⃣ 5ª dose: quem pode receber?
4⃣O que fazer enquanto não recebo a 5ª dose?
5⃣ Sobre testes rápidos e BQ.1

E outras coisas👇🧶

Community Shot GIF by Kev Lavery

A organização desses tópicos veio a partir dessa perguntinha aqui abaixo. Qualquer dúvida que não tenha sido contemplada ou se ficar ainda alguma coisa em aberto, comentem aqui nesse fio que vou tentar responder ♥️

Segue lendo! 👇

1⃣ Devo tomar uma 4ª dose já tendo 3 doses da vacina?

Considerando a Ômicron, suas ‘versões’ mais recentes (BQ.1, BQ.1.1, XBB…) podem ser mais transmissíveis e capazes de escapar um pouco mais da resposta imunológica. Um reforço vem bem para justamente reforçar suas defesas.

Existem estudos mostrando que uma 4ª dose é capaz de estimular a resposta imunológica (imunogênica), é segura e eficaz (especialmente contra doença sintomática). Ainda, a 4ª dose é capaz de restaurar os níveis de anticorpos que podem ir caindo como tempo

https://www.nejm.org/doi/full/10.1056/NEJMc2202542

Cabe reforçar que essa queda de anticorpos é esperada. Um estudo mostrou que, após ~3 meses da 3ª dose, a proteção contra a INFECÇÃO cai significativamente.

A proteção contra a doença se mantém por mais tempo, e esse tempo ainda está em investigação.

https://www.nature.com/articles/s41467-022-30884-6

Portanto, de uma forma geral, há benefícios importantes com a aplicação de uma 4ª dose (ou 2º reforço), e se tornam ainda mais importantes para pessoas com vulnerabilidades e/ou idosas.

Um estudo recente mostra isso e vou comentar no próximo tuíte

Reading Nemo GIF

Ao longo dos primeiros 6 meses de 2022, em uma população ~ 64 anos, para a vacina da Pfizer, a eficácia contra hospitalização foi maior (73%) naqueles que receberam 2 reforços, 64% para quem recebeu 1 reforço e 36% para quem não recebeu nenhum reforço.

https://www.bmj.com/content/379/bmj-2022-072065

Ainda, cabe reforçar que o período de estudo compreendia a circulação da Ômicron e suas principais versões, incluindo as mais recentes (BA.4 e BA.5). O estudo comenta que a proteção adicional dos reforços foi vista em todas as faixas etárias.

Dessa forma, esse trabalho “apoia as recomendações para que todos os adultos elegíveis com idade ≥18 anos recebam doses de reforço de uma vacina de mRNA.”

Ainda, os estudos citados acima são com vacinas atuais, demonstrando que essas vacinas SEGUEM protegendo contra a Ômicron.

Esse estudo sugere que um reforço (3ª ou 4ª dose) gera proteção contra BA.4/5, mas a proteção (contra a infecção, p. ex.) pode diminuir após 3 meses e após ~6 meses p/ a proteção contra hospitalização, mas mesmo com a redução, ela permanece por mais tempo

https://www.thelancet.com/journals/laninf/article/PIIS1473-3099(22)00692-2/fulltext

Isso já começa a nos dar um indício de que algumas populações podem precisar de um reforço numa periodicidade maior, especialmente aquelas mais vulneráveis, enquanto estivermos numa situação de emergência em relação à COVID-19.

Segundo o especialista @marfcg , ter esse conhecimento de quantos picos poderemos ver da COVID-19 ao longo do ano, pode nos ajudar a estabelecer essas frequências. Até o momento, não temos ainda estabelecido, e mais dados são necessários

Mas considerando o cenário atual da chegada de uma variante mais transmissível no país, receber o reforço AGORA pode ser importante, tanto para ti, quanto para a estratégia. As vacinas atuais poderão seguir protegendo, principalmente contra a doença

2⃣Mas e as vacinas atualizadas? Elas protegeriam contra essas versões ou precisariam de uma nova atualização?

A BQ.1 é uma versão da BA.5 (gente, é tudo Ômicron), e temos vacinas atualizadas com alvo na BA.4/5.

Portanto, é muito provável a boa proteção

Dados recentes sugerem que, 1 mês após receber a vacina bivalente contra BA.4/5, aqueles com mais de 55 anos tinham 4x mais anticorpos neutralizantes contra BA.4 e BA.5 em comparação com as pessoas que receberam a vacina atual.

https://www.medscape.com/viewarticle/983602?reg=1

Isso NÃO significa que as vacinas atuais são “piores” que as atualizadas e não deveriam ser recebidas agora. Ainda não sabemos como essas diferenças entre vacinas atuais e atualizadas se traduzem na clínica. O que sabemos é: estar com o reforço em dia parece ser importante

Get That Booster Jab Booster Vaccination GIF

É importante falar que eu to falando tudo isso considerando um cenário só de vacinas. Temos muita gente que se vacinou e se infectou, que tem uma imunidade híbrida e por conta disso, pode se beneficiar ainda mais com reforços.

Segundo especialistas, na reportagem do MedScape, “os dados atualizados do estudo da Pfizer/BioNTech são “mais uma razão para obter um reforço, com proteção adicional também contra o BQ.1.1, que em breve se tornará dominante nos EUA”

E aqui no Brasil, talvez!

Atualmente, a ANVISA está avaliando 2 pedidos de vacinas atualizadas da Pfizer (contra a cepa original+BA.1 e outra contra a cepa original+BA.4/5, daí o nome bivalente, por ter 2 alvos). A análise deve ser concluída em breve.

Até lá, se puder receber um reforço agora, busque-o!

Get The Shot Community GIF by Kev Lavery

“Mas receber muitas vacinas não faz mal? Não vai prejudicar a resposta quando tomar o reforço atualizado?”

1º) Somos expostos a uma miríade de coisas todo dia. O sistema imune é adaptável.
2º) Respeitando o tempo entre as doses, pouquíssimo provável qualquer impacto negativo

3⃣ Sobre a 5ª dose, ou 3º reforço: algumas cidades brasileiras já oferecem esse reforço para a população de imunossuprimidos. Em outros locais do mundo, o esquema primário de imunossuprimidos é de 3 doses com reforços adicionais*

*https://covid19vaccine.health.ny.gov/booster-doses

https://www.terra.com.br/byte/quinta-dose-contra-covid-ja-comeca-a-ser-aplicada-no-brasil-quem-pode-tomar,90829d53cb9f204650dc08da03626c616mcenein.html

Segundo o site do Terra, algumas localidades brasileiras que estão oferecendo uma 5ª dose para imunossuprimidos e um maior detalhamento dessa população elegível encontram-se no link e prints abaixo:

https://www.terra.com.br/byte/quinta-dose-contra-covid-ja-comeca-a-ser-aplicada-no-brasil-quem-pode-tomar,90829d53cb9f204650dc08da03626c616mcenein.html

Mas e o Rio, que vai oferecer a 5ª dose de forma geral?

Bem, ainda não há uma orientação da ANVISA para uma 5ª dose geral. Porém, na chegada de uma nova onda e pensando nas pessoas que tem comorbidades e receberam sua última dose há muitos meses, pode ser uma estratégia

Toda essa questão da 5ª dose ser anunciada no Rio para uma população mais abrangente pode ser encontrada aqui. PORÉM, existe um ponto de preocupação no Rio: iniciar isso com uma cobertura para 4 doses baixa na população.

https://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2022-11/rio-e-niteroi-confirmam-quinta-dose-de-vacina-contra-covid-19

Ampliar a cobertura vacinal para a população geral com 2 reforços é MUITO importante. Se tiver vacinas o suficiente pra garantir esses 2 reforços e iniciar um 3º reforço na pop. com comorbidades, é uma situação. Mas o 2º reforço deve ser garantido para todo o público alvo.

Segundo a nota técnica (NT) do Ministério da Saúde, pessoas imunossuprimidas podem receber doses adicionais de reforço conforme a situação, assim como grávidas e puérperas com imunossupressão.

Link da NT completa:

https://www.gov.br/saude/pt-br/coronavirus/notas-tecnicas/2022/nota-tecnica-221-2022-cgpni-deidt-svs-ms/view

O que eu procuro sempre dizer, enfim, é: sigam as orientações das localidades onde vocês residem. Esse público convocado para a 5ª dose no Rio tem um risco maior para a doença. Mas não esqueçamos que vacinação requer ESTRATÉGIA e precisamos aumentar as coberturas para toda a pop.

4⃣ E eu, que já to com tudo atualizado de vacinas contra a COVID-19, o que faço agora enquanto o 3º reforço não vem?

Somar proteções. Máscaras são úteis, especialmente em ambientes pouco ventilados ou com aglomeração. Aliás, melhorar a ventilação de ambientes é CRÍTICO.

Stay Home South Africa GIF by INTO ACTION

É importante sempre ter em mente a avaliação individual do risco, levando em conta também quem convive conosco. Se convivemos com alguém com maior risco pra doença, é nossa responsabilidade trabalhar para que a gente evite expor essas pessoas. Isso é amor também

Devo ficar atento a quais sintomas, para ir testar?

Qualquer sintoma gripal, como coriza, dor de garganta, tosse, dor de cabeça, dor no corpo, cansaço e febre, por exemplo. A testagem agora é CRÍTICO para sabermos a situação que estamos lidando

https://www.correiobraziliense.com.br/brasil/2022/11/5050082-nova-onda-de-covid-19-volto-a-usar-mascara-precisa-de-5-dose-tire-duvidas.html

5⃣ E os testes rápidos? Seguem “pegando” essas novas variantes?

Até o momento não temos um indicativo de que não pegariam. Porém ainda não sabemos se mudou algo no melhor momento para testar. Tem muita gente testando “cedo” e dando falso-negativo.

Portanto, o que eu consegui achar de recomendação, é que se der negativo, “para obter os resultados de teste mais precisos, os especialistas dizem para testar repetidamente e alguns dias seguidos”

https://www.verywellhealth.com/can-rapid-covid-tests-detect-new-variants-6824009

Segundo alguns estudos, “nenhuma das principais variantes do SARS-CoV-2, passadas e presentes, contém mutações que afetariam a capacidade dos atuais testes rápidos de antígeno para detectar anticorpos”

https://www.cell.com/cell/fulltext/S0092-8674%2822%2901044-3

https://news.emory.edu/stories/2022/09/hs_cell_escape_mutation_12-09-2022/story.html

Portanto, siga testando se houver QUALQUER sinal ou sintoma gripal. Pode ser COVID-19. Ainda que os sintomas sejam leves, é muito importante buscar a testagem para termos dados sobre o cenário atual e para também isolar-se e recuperar-se, evitando a transmissão

Get Yourself Tested Get Tested GIF

E por fim, algumas outras perguntinhas importantes:

CRIANÇAS: receberão reforço? Nos EUA, o FDA aprovou já reforço a partir dos 5 anos. Mas aqui no Brasil, não temos ainda uma recomendação.

https://www.theguardian.com/us-news/2022/oct/12/fda-covid-vaccine-boosters-children-moderna-pfizer

No meio desse ano, a ANVISA solicitou informações adicionais à Pfizer sobre reforços na faixa etária de acima de 5 anos. Mas não houve mais atualizações após isso, o que nos faz pensar que segue em análise:

https://www.gov.br/anvisa/pt-br/assuntos/noticias-anvisa/2022/anvisa-solicita-informacoes-adicionais-sobre-pedido-de-dose-de-reforco-da-pfizer-para-criancas-e-adolescentes

Sobre a possibilidade de aplicação de reforço na rede particular, é importante lembrar que essas redes também devem seguir as orientações oficiais da ANVISA e do Ministério da Saúde. Especialmente de grupos que não estão com indicação nesse momento.

VACINAS COM PRAZO FORA DA VALIDADE: cabe reforçar que a extensão do prazo de validade é feita através de análises por técnicos da ANVISA, portanto, se o posto informou que o prazo foi estendido, a vacina é segura e tu pode recebê-la

https://www.uol.com.br/vivabem/colunas/gustavo-cabral/2022/07/25/como-e-possivel-aplicar-vacinas-com-data-de-validade-vencida-no-rotulo.htm

E POR FIM MAS NÃO MENOS IMPORTANTE: Por que a OMS não recomenda a 4ª dose?

Aqui é uma questão complexa. Essa não recomendação não é porque faria mal ou algo do tipo. E sim porque enquanto tem país vacinando a 5ª dose, tem muitos que não tem nem 50% da população com UMA dose.

Cabe reforçar que tem muita desinformação rolando em cima de situações como essa, e não é verdade que reforços das vacinas contra a COVID-19 sejam prejudiciais ou que a própria OMS disse isso.

https://www.aosfatos.org/noticias/oms-ema-doses-reforco-vacina-covid19-sistema-imunologico/

A baixa equidade nas coberturas vacinais preocupa a OMS e honestamente, deveria preocupar todos nós. Locais de baixa cobertura são regiões que podem ter a transmissão do vírus sustentada, e com isso, podemos ver o surgimento de novas variantes.

https://veja.abril.com.br/saude/oms-alerta-que-doses-de-reforco-nao-vao-acabar-com-a-pandemia/

Portanto, cuidado com o CONTEXTO em que as coisas são ditas, porque muita desinformação é gerada removendo o contexto ou adicionando um novo contexto a algo.

Espero que o fio tenha ajudado, me perdõem pelo tamanhão dele! E qualquer dúvida, ficarei feliz em tentar ajudar ♥️

Love You All GIF by Big Brother

Originally tweeted by Mellanie Fontes-Dutra (Mell) 🌻 (@mellziland) on 9 de November de 2022.

Grafismo Grafismo

Compartilhe nas suas redes!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts
relacionados

A Covid Longa

ANÁLISE QUALITATIVA DO COMPORTAMENTO DOS CASOS E

O USO OFF LABEL DE MEDICAMENTOS

Grafismo
Grafismo Grafismo